Seleção de mercenários

Neste sábado conseguimos ver de fato o que muitos já viam desde o primeiro dia da copa. Infelizmente eu tinha a esperança de que fosse melhorar, a cada jogo era aquela: não, mas no próximo vcs vão ver, eles vão melhorar. O que se viu foi acima de tudo uma seleção sem comando, o Parreira é uma piada, ele só ganhou em 94 por causa do Romário, pois naquele ano pelo menos o time tinha raça – neste agora o time só tinha estrela, tudo de salto alto achando que poderia ganhar qualquer jogo sem nem mesmo treinar.
A prova desta prepotência é que ao final do jogo só os humildes choraram, Giberto Silva, Juan, Lúcio, só…os Ronaldos são ricos demais para se preocupar com uma mera copa, Roberto Carlos então nem se fala, uma piada…piada pior que em 1998.
Assim como no trabalho, a liderança de um treinador e a forma com que ele passa a mensagem é de  suma importância. Portugal não tem um bom time, mas tem uma união que faz com que o time ande e coloque a cara para que seja chutada se necessário. Graças ao Felipão, que pegou um time partido, com estrelas decadentes como Figo e fez um time de raça.
Tá na hora de aposentar toda essa escória de jogadores que não jogam mais com amor a pátria, jogam apenas para alcançar recordes próprios, nós não precisamos de recordes, precisamos de títulos.
 
Fora Parreira e seus intocáveis…
Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s